alert-erroralert-infoalert-successalert-warningbroken-imagecheckmarkcontact-emailcontact-phonecustomizationforbiddenlockedpersonalisation-flagpersonalizationrating-activerating-inactivesize-guidetooltipusp-checkmarkusp-delivery-cashusp-delivery-delayusp-delivery-eveningusp-delivery-same-dayusp-delivery-storeusp-deliveryusp-exchangeusp-free-returnsusp-gift-cardusp-klarnausp-salearrow-backarrow-downarrow-left-longarrow-leftarrow-right-longarrow-rightarrow-upbag-activebag-inactivecalendar-activecalendar-inactivechatcheckbox-checkmarkcheckmark-fullclipboardclosecross-smalldownloaddropdowneditexternal-linkfilterfullscreenhamburgerhd-filledhd-outlinehide-activehide-inactivelocate-targetlockminusnotification-activenotification-inactivepause-outlinepin-smallpinplay-filledplay-outlineplusprofilereloadsd-filledsd-outlinesearchsharesound-off-filledsound-off-outlinesound-on-filledsound-on-outlinesubtitles-cc-filledsubtitles-cc-outlinesubtitles-filledsubtitles-outlinewishlist-activewishlist-inactivezoom-outzoomfacebookgoogleinstagram-filledinstagrammessengerpinterestruntastictiktok-defaulttiktoktwittervkwhatsappyahooyoutube
adidas / janeiro 2022

CRIATIVIDADE CONTRA O PLÁSTICO

Como a adidas e a Parley estão a trabalhar para virar a maré do plástico nos nossos oceanos.

O plástico é um erro de design disfarçado como sendo um material incrível. É barato, forte e pode ser moldado numa infinidade de formas. Estas características são o que torna o plástico tão atrativo aos fabricantes e os consumidores. São também a causa de o plástico ser um dos poluidores mais omnipresentes no nosso planeta.

Muito do plástico que deitamos fora acaba nos nossos oceanos, com os efeitos a disseminarem-se a todos os cantos do planeta. Os plásticos entram na cadeia alimentar, matam a vida marinha, destroem ambientes e até afetam o nosso clima. Não há, efetivamente, lugar nenhum em terra ou em mar que não esteja afetado pela poluição do plástico.

Se queremos sobreviver, enquanto planeta e enquanto espécie, temos de lutar contra a maré crescente do lixo plástico. Na adidas, estamos a trabalhar em colaboração com a Parley para lutar contra a poluição do plástico, que está a asfixiar os nossos oceanos, ao utilizarmos lixo plástico, recolhido em praias e comunidades costeiras remotas, como matéria-prima para todas as peças de uma coleção de calçado e vestuário de desporto.

parley-xcat-fw19-editorial-problem-of-ocean-plastic-image-01


ESTAMOS A AFOGAR-NOS EM LIXO PLÁSTICO

O plástico é praticamente indestrutível. Isso significa que praticamente todos os pedaços de plástico já produzidos ainda andam por aí, de uma forma ou de outra. E oito milhões de toneladas métricas dele acabam nos oceanos todos os anos, causando destruição a uma escala industrial. O lixo plástico inunda praias, onde não há humanos, ao longo de milhares de quilómetros. Está nos estômagos de 90 %de todas as aves marinhas, mais de 50 % de todas as tartarugas e está a matar a vida marinha a uma taxa impressionante. Os microplásticos estão a entrar na cadeia alimentar e estão a provocar danos desconhecidos aos corpos de todas as criaturas vivas em terra. Mas, apesar de sabermos tudo isto, continuamos a achar que não é suficiente e continuamos a produzi-lo em quantidades cada vez maiores. A cada minuto, despejamos o equivalente a um camião de resíduos plásticos nos oceanos. A este ritmo, em 2050, haverá mais plástico nos oceanos do que peixes.


A PARLEY ESTÁ A LIDERAR A LUTA CONTRA O PLÁSTICO

A Parley For The Oceans foi formada para juntar pessoas, organizações e marcas para encontrarem novas respostas às maiores ameaças atuais aos oceanos, como a poluição do plástico. Uma rede colaborativa e um novo tipo de organização ambiental, a Parley é o espaço onde os criadores, os pensadores e os líderes chamam a atenção para a beleza e a fragilidade dos oceanos e trabalham em conjunto para dar um fim a essa destruição. Assente na crença de que a criatividade é a roda motriz da mudança na nossa cultura, a Parley pretende unir pessoas criativas e marcas para encontrar formas de tornar o plástico uma coisa do passado.

O plástico é um erro de design, matéria extraterrestre que não devia existir neste planeta."

–Cyrill Gutsch, Fundador da Parley

parley-xcat-fw19-editorial-creativity-versus-plastic-image-02


A ADIDAS JUNTA-SE À CAUSA

A adidas é um dos membros fundadores da Parley for the Oceans. A empresa queria assumir uma posição líder na pesquisa de formas de evitar a poluição do plástico. A ideia de tirar material que polui os oceanos e utilizá-lo para criar equipamento desportivo que é tão bom como o que é feito com plástico virgem parecia algo fantástico. O primeiro passo era trabalhar com a Parley para fabricar um conceito de calçado de desempenho que fosse apresentado às Nações Unidas em 2015. O topo foi feito com fios e filamentos de resíduos de plástico marinho e redes ilegais de emalhar em águas profundas, material esse que foi recolhido e reciclado. Uma vez que o conceito evoluiu para um caso de sucesso, muito sucesso, com milhões de sapatos e toda uma linha de vestuário de desporto de elevado desempenho feitos a partir de lixo plástico reciclado e reutilizado.

Queremos, através da nossa colaboração com a Parley, inspirar e mobilizar toda uma geração a ajudar a moldar o futuro do nosso planeta.

–Eric Liedtke, Executive Board Member Global Brands, adidas


AIR (AR) É SIGNIFICADO DE VIDA PARA OS OCEANOS, O PLANETA E A HUMANIDADE

A Parley desenvolveu uma estratégia tripartida para mudar a forma como o mundo pode abordar a ameaça da poluição marinha pelo plástico: Parley AIR. É composta por passos simples e escaláveis para toda a gente, desde agregados familiares a instituições, empresas a governos. Para que cada um de nós possa mudar a sua própria utilização do plástico e ter um impacto positivo nos oceanos e no mundo que partilhamos.

Cada letra da estratégia AIR representa um pilar da ação: Avoid (Evitar), Intercept (Intercetar) e Redesign (Redesenhar). "Avoid" expressa a ideia de utilizar o plástico o menos possível e utilizar alternativas sempre que possível. "Intercept" expressa a ideia de parar a introdução do plástico nos oceanos e mantê-lo de fora ao reciclá-lo e encontrar outras formas de o utilizar.

"Redesign" expressa a ideia de redesenhar os materiais, métodos e produtos que contribuem para o problema e, a um nível pessoal, mudar a perspetiva em relação ao problema da poluição do plástico e assumir uma abordagem diferente à vida em resultado disso.

parley-xcat-fw19-editorial-problem-of-ocean-plastic-image-02


ENCONTRAR NOVOS USOS PARA O LIXO VELHO

A coleção adidas x Parley é um exemplo da AIR em prática. Não só ajuda a evitar a utilização de plástico virgem, como também interceta plástico que poderia acabar a poluir os oceanos, redesenha o nosso pensamento em relação ao plástico, enquanto lixo e enquanto material, e encontra formas inesperadas de o utilizar para ajudar a proteger os oceanos.

Em termos práticos, os resíduos plásticos são recolhidos e enfardados pela rede mundial de limpeza da Parley em ilhas e praias remotas e em comunidades costeiras, como as Maldivas. O plástico é limpo, separado e organizado manualmente de forma a remover todos os corpos estranhos. Este lixo é depois enviado para uma fábrica de processamento onde o material plástico é transformado em flocos por meio de um processo de esmagamento, lavagem e desidratação do material.

parley-xcat-fw19-editorial-problem-of-ocean-plastic-image-05


LIXO EM PEÇAS DE DESPORTO

Os flocos de plástico são depois aquecidos, filtrados, limpos e secos antes de serem extrudidos, arrefecidos e cortados em granulados de resina. Estes granulados são derretidos num filamento que pode ser fiado em Ocean Plastic®, um fio de poliéster de elevado desempenho, com todas as qualidades do plástico virgem. O fio é usado para criar uma variedade de calçado, t-shirts, leggings, e muito mais. Cada peça da coleção é feita com um mínimo de 75 % de lixo plástico intercetado.

Cada sapato é uma pequena contribuição para a preservação dos oceanos.!

–Eric Liedtke, Executive Board Member Global Brands, adidas

parley-xcat-fw19-editorial-problem-of-ocean-plastic-image-04


A LUTA COMEÇA AQUI

Em 2019, a adidas vai produzir 11 milhões de pares de sapatos com resíduos de plástico marinho reciclado. E, desde 2015, a nossa parceria com a Parley ajudou a manter mais de 1400 toneladas de resíduos de plástico fora dos oceanos. Estamos a aplicar os princípios da Parley AIR nas nossas operações a nível mundial. Retirámos os sacos de plástico das nossas lojas, pelo que milhões de compras vão agora para casa em sacos de papel produzidos com matéria-prima oriunda de fontes responsáveis. Banimos o plástico de utilização única dos nossos escritórios em todo o mundo. Também estamos a educar e empoderar os nossos funcionários, atletas e comunidades a juntarem-se à luta contra o plástico. O nosso evento anual Run For the Oceans (RFTO) juntou quase um milhão de corredores para consciencializar para o nosso recurso mais precioso, angariando 1 milhão de dólares americanos para educar jovens para o problema do plástico e o estado dos oceanos.

Isto é só o início do trabalho da adidas para remover o plástico da sua atividade. A adidas comprometeu-se a substituir o poliéster virgem nos seus produtos por 100 % de poliéster reciclado até 2024. Com o objetivo a ainda mais longo prazo de eliminar por completo o plástico enquanto material. Para ajudar a salvar os nossos oceanos e cada um de nós.

adidas / janeiro 2022