alert-erroralert-infoalert-successalert-warningbroken-imagecheckmarkcontact-emailcontact-phonecustomizationforbiddenlockedpersonalisation-flagpersonalizationrating-activerating-inactivesize-guidetooltipusp-checkmarkIcons/Communication/USP/Cash-deliveryIcons/Communication/USP/Delivery-eveningIcons/Communication/USP/Delivery-same-dayIcons/Communication/USP/Delivery-storeusp-deliveryIcons/Communication/USP/Exchangeusp-free-returnsIcons/Communication/USP/Gift-cardIcons/Communication/USP/KlarnaIcons/Communication/USP/Salearrow-backarrow-downarrow-left-longarrow-leftarrow-right-longarrow-rightarrow-upbag-activebag-inactivecalendar-activecalendar-inactivechatcheckbox-checkmarkcheckmark-fullclipboardclosecross-smalldownloaddropdowneditexpandhamburgerhide-activehide-inactivelocate-targetlockminusnotification-activenotification-inactivepause-shadowpausepin-smallpinplay-shadowplayplusprofilereloadsearchsharewishlist-activewishlist-inactivezoom-outzoomfacebookgoogleinstagram-filledinstagrammessenger-blackmessenger-colorpinterestruntastictiktok-defaulttiktoktwittervkwhatsappyahooyoutube
adidas
Training / setembro 2019
Stefanos Tsitsipas

STEFANOS TSITSIPAS: ACREDITA EM FAZERES O QUE NÃO CONSEGUES

Seja o que for que queiras na vida, Stefanos Tsitsipas diz que tens de ter uma mentalidade de crente.

Um dos seis criadores da campanha VRCT, a estrela do ténis Stefanos Tsitsipas escolheu defender a palavra BELIEVER (crente). No início da temporada, conseguimos uns minutos com ele para sabermos mais,

O estilo de assinatura de Tsitsipas é uma incomum backhand a uma mão, e que nos dá uma indicação do tipo de pessoa que ele é: alguém um pouco diferente. Os perfis das revistas dizem que é um pouco estranho. Mas, talvez, só não estejam habituados a um jogador como ele. O seu canal do YouTube, por exemplo, tem conversas para a câmara intercaladas com bonitas fotografias de viagens, tiradas por ele, e impressionantes valores de elevada produção. Ou o seu Instagram de fotografia urbana e de retrato, usualmente com reflexões filosóficas. Entramos no seu peculiar e criativo mundo de geração Z e quase nos esquecemos de que ele é um poderoso e bem-sucedido profissional que está indicado como sendo o próximo grande do ténis. E ele acredita que pode ser esse jogador.

VRCT-SP_TSITSIPAS-02-IMG-O

Sem crença, não serei capaz de chegar lá e estar debaixo dos holofotes, no foco das atenções, à frente das multidões, a representar e a lutar por mim próprio.

VRCT-SP_TSITSIPAS-03-IMG-O

Com apenas 21 anos, Tsitsipas é o jogador grego mais bem classificado na história, com um sexto lugar na tabela mundial. Ainda é novo, assim como o é a sua carreira profissional. Tem muito tempo para conquistar muito mais. Ele é uma pessoa tranquila: calmo em campo e divertido fora dele. Mas muito sério em relação ao que quer. Diz: "Tenho muitos objetivos que ainda não atingi. A definição disso seria chegar ao topo do circuito, dos rankings.


VRCT-SP_TSITSIPAS-04-IMG-O Quero ganhar títulos, torneios que tenham grande valor". É aqui que entra a crença. "Sem crença, não serei capaz de chegar lá e estar debaixo dos holofotes, no foco das atenções, à frente das multidões, a representar e a lutar por mim próprio".

Para Tsitsipas, ser crente é um "processo" para atingir o sucesso. Provavelmente, conheces os princípios básicos da psicologia do desporto: visualizar o sucesso, afastar as distrações. Mas têm pouco significado se não acreditares em ti. A crença é como um músculo que fica mais forte, e diz-nos: "Eu acho que a crença é quando acordas todos os dias a pensar que podes ser melhor e ser mais forte do que no dia anterior. Sem crença, não estás efetivamente a melhorar, se não tiveres este tipo de mentalidade todos os dias da tua vida".


Sem crença, não estás efetivamente a melhorar, se não tiveres este tipo de mentalidade todos os dias da tua vida.

Tem tanto a dizer sobre o assunto: "Sem crença ou um propósito, para mim, não há nada por que lutar. Eu quero sempre mais e quero sempre melhor". Tsitsipas não precisa de fingir. A sua mentalidade de crente é tão genuína que parece tão robusta como o seu serviço. Mas ele não se importa de falar de quando não tinha essa mentalidade. Diz: "Sim, houve momentos na minha carreira, mesmo no início, em que não acreditava verdadeiramente que tinha a capacidade ou o potencial de ser tão bom como os outros jogadores; simplesmente porque não tinha a experiência".

Eu quero sempre mais e quero sempre melhor.

Acrescenta: "Não tinha aquela mentalidade de acreditar que o meu ténis podia ser verdadeiramente bom. Porque faltava-me confiança, faltava-me crença no meu jogo; depois, quando me apercebi de que tinha de acreditar e de lutar pelos meus direitos e pelo meu jogo, tornou-se sobrevivência. Sempre que entras no court, tens de sobreviver ao jogo, tens de sobreviver aos teus pensamentos, ao teu adversário".

Na nossa sessão, ele está rodeado pela família: ambos os pais e três irmãos mais novos, todos fanáticos do ténis. Na verdade, a sua mãe foi o número um do mundo quando era mais nova e o seu pai continua a ser o seu treinador. Todos eles contribuíram para esta incrível crença pessoal, ajudando-o nos momentos mais difíceis: "Grandes expectativas, muita pressão, muitas noites sem dormir, muito sacrifício".

Nada na vida é fácil, certo? Mas Tsitsipas conclui: "Escolhi ser crente porque sou uma pessoa que luta sempre por mais, dia a dia. Nunca me dou por satisfeito".

Sempre que entras no court, tens de sobreviver ao jogo, tens de sobreviver aos teus pensamentos, ao teu adversário.

VRCT-SP_TSITSIPAS-05-IMG-O



Concebemos o casaco VRCT como uma tela para a autoexpressão, inspirada na tradição atlética. Usa-o à tua maneira, com um emblema personalizado que mostra o que defendes. E tu, o que defendes?

Training / setembro 2019
Stefanos Tsitsipas