alert-erroralert-infoalert-successalert-warningbroken-imagecheckmarkcontact-emailcontact-phonecustomizationforbiddenlockedpersonalisation-flagpersonalizationrating-activerating-inactivesize-guidetooltipusp-checkmarkIcons/Communication/USP/Cash-deliveryIcons/Communication/USP/Delivery-eveningIcons/Communication/USP/Delivery-same-dayIcons/Communication/USP/Delivery-storeusp-deliveryIcons/Communication/USP/Exchangeusp-free-returnsIcons/Communication/USP/Gift-cardIcons/Communication/USP/KlarnaIcons/Communication/USP/Salearrow-backarrow-downarrow-left-longarrow-leftarrow-right-longarrow-rightarrow-upbag-activebag-inactivecalendar-activecalendar-inactivechatcheckbox-checkmarkcheckmark-fullclipboardclosecross-smalldownloaddropdowneditexpandhamburgerhide-activehide-inactivelocate-targetlockminusnotification-activenotification-inactivepause-shadowpausepin-smallpinplay-shadowplayplusprofilereloadsearchsharewishlist-activewishlist-inactivezoom-outzoomfacebookgoogleinstagram-filledinstagrammessenger-blackmessenger-colorpinterestruntastictiktok-defaulttiktoktwittervkwhatsappyahooyoutube
adidas
adidas / março 2020

CURATED BY GIRLS: PODER FEMININO NO MUNDO DA ARTE

Curated by GIRLS está a levar a inclusão a um espaço dominado por homens, invadindo feeds e exposições com criadoras emergentes.

originals-ss20-superstar-drop2-curated-story-blog-secondary-1-all

No mundo artístico de hoje, os homens representam cerca de 87% dos criadores de coleções permanentes - mas a equipa feminina de Curated by GIRLS está pronta para fazer concorrência. Laetitia Duveau, fundadora e CEO, e a sua equipa composta por Igliona Duveau, Florentine Schlüter e Soul Suleiman estão a dar às artistas femininas um espaço para mostrarem os seus trabalhos no mundo real e virtual. "A ideia é espalhar amor e positivismo, empoderar artistas e pessoas e mostrar uma visão diversificada da feminilidade", diz Laetitia.

Somos quatro raparigas - mas no fundo somos uma grande comunidade com todas as pessoas envolvidas... Qualquer pessoa que tenha a mesma visão está a contribuir para a missão. —Laetitia Duveau

originals-ss20-superstar-drop2-curated-story-blog-secondary-2-all

POSITIVISMO É PODER

Desencantadas com homogeneidade da comunidade artística, este pequeno coletivo de artistas canalizou o seu descontentamento criando uma plataforma que defende o positivismo. “Curated by GIRLS nasceu há quatro anos, resultado da frustração. Foi uma resposta à falta de diversidade que sentimos no mundo da arte. Estávamos cansadas que nos dissessem como olhar, como agir, como sentar, como vestir e como falar como mulheres”, refere Laetitia. "Sentimos que muitas pessoas também estavam descontentes e precisavam de representação, um local onde ir."

A cada publicação, mensagem poderosa, Curated by GIRLS está a revolucionar o mundo da arte para melhor - representando o impacto real da equipa Superstar. "Queremos continuar a apoiar artistas emergentes, a impactar o sistema e a promover mudanças para o bem", diz Florentine. "E a trazer mais aceitação ao mundo, seja auto-aceitação ou aceitação de outras pessoas", acrescenta Igliona. Elas já apresentaram exposições na Europa - Barcelona, Berlim e Amsterdão - e são muito bem recebidas nas redes sociais pelo positivismo que levam a cada comunidade.

Defendemos todas as mulheres, todos os seres humanos.- Laetitia Duveau e Igliona Duveau


ESPALHAR ENERGIA COLETIVA

Curated by GIRLS dá vida à mensagem de que a mudança é um desporto de equipa, o que torna este coletivo numa adição à altura da família Superstar. "Quando estamos juntas, inspiramos as pessoas a participarem ou fazerem o mesmo. Uma pessoa não tem o mesmo impacto que um grupo. Juntas, somos mais ouvidas, somos mais fortes."- diz Laetitia. Temos essa energia coletiva e somos capazes de aproveitá-la e lançá-la para o mundo. As pessoas são muito recetivas a isso.”, acrescenta Soul.

E, como os verdadeiros revolucionárias, a equipa Curated by GIRLS sabe que grandes mudanças começam com pequenos passos. "Não é sobre nós", diz Igliona. "É sobre algo maior do que nós", acrescenta Florentine. "Nós somos artistas e sabemos o quão difícil é ser ouvido ou visto, por isso é que agimos. Gostávamos que alguém o tivesse feito por nós, mas estamos a construir esta plataforma para ajudar outras artistas, mulheres, homossexuais, qualquer pessoa...”, diz Laetitia.


Informa-te, educa-te e tenta compreender outras pessoas. A beleza está em sermos todos diferentes. —Florentine Schlüter

NÃO TER MEDOS

Depois de passar muitos anos na indústria da arte, a equipa por trás de Curated by GIRLS entende um pouco sobre perseverança e autoconfiança. Este é o seu conselho para as artistas emergentes: "A tua voz importa. As pessoas querem e precisam de ouvir o que tens a dizer.”, acrescenta Soul. "Mesmo que o teu trabalho artístico evolua, talvez olhes para trás e questiones por que fizeste algo e há sempre uma razão para fazer as coisas, uma razão que faz parte de ti, da tua evolução" - diz Laetitia.

"Não há certo ou errado. Tudo faz parte do processo", dizem elas, terminando as frases umas das outras. A melhor coisa que podes fazer? Tenta, apenas. "Não tenhas medo... Bate em portas. O pior que pode acontecer é ouvires um não”, diz Florentine. “Para muitas pessoas, o medo de ouvir um não é pior que o próprio não…” acrescenta Soul.

Se Curated by GIRLS prova uma coisa, é que a mudança real começa com as equipas que levam o positivismo a tudo o que fazem.

originals-ss20-superstar-drop2-curated-story-blog-secondary-3-all

adidas / março 2020
Tags